O Festival Gastronômico do Caranguejo, em Canavieiras, sul da Bahia que segue até o dia 15 de outubro, estima receber 15 mil turistas.

De um lado os melhores chefs de cozinha, do outro, atrações musicais para todos os gostos. No meio, atrações como Miss Caranguejo, estórias de pescador, e premiações. Assim serão os dias em Canavieiras, cidade do litoral sul da Bahia, entre os dias 11 e 15 de outubro, no Festival do Caranguejo, uma festa dedicada ao crustáceo mais popular da orla baiana. Entra as atrações musicais, Jau, Pablo, Filomena, Packanka, Sinho Ferrari e Kiko Salli.

O evento reunirá gastronomia e música, passando por tópicos como degustação de pratos típicos, feira gastronômica e de artesanato, aulas shows com chefs, workshops, palestras e concursos temáticos. Ocorrerá em duas áreas físicas da Cidade de Canavieiras. Parte acontecerá na Praia, onde se montará o caranguejódromo, barracas credenciadas, palcos e competições.

Na área do centro histórico de Canavieiras, acontecerão os concursos de Miss Caranguejo e Masters Chefs. Nessa área, além de toldos e barracas, ainda estarão funcionando os bares e restaurantes credenciados pela comissão responsável pela execução e procedimentos do Festival.

Hoje está acontecendo a Feira da Agricultura Familiar, batizada de, “Riquezas de nossa Terra”, Caranguejódromo e Apresentações Culturais. A noite o som de  Léo Lima,  Banda Maria Breteira (especial para crianças),  Via de Acesso, Jau  e Bruta Raça. No dia 12, ainda haverá Cozinha Show.

No dia 13, a atração principal será Pablo. O dia começa com o Caranguejódromo e segue com atividades esportivas, apresentações culturais, Cozinha Show e as atrações Radiokane, Adilson Nascimento, Vitrola Baiana e Lord City.

Já no dia 14, segue com a mesma programação e os shows ficam por conta de Thiago Camargo, Léo Sobrinho, Patchanka, Sinho Ferrari  e Love Hits. No dia 15, o Festival do Caranguejo encerra com os shows de Sambaê, Princesinha, Lordão e Carlota Joaquina.

Nestes dias, além das festividades com barracas e ofertas de pratos como bolinho de poã, poã a milanesa, poã recheada, casquinha de caranguejo, moqueca e caranguejo ao molho, ainda haverá espaço para debate cientifico e capacitação para a comunidade envolvida no pescado, manuseio e comercialização do produto, além da conscientização para a preservação da espécie.

Também serão feitos sorteios de pratos típicos e premiações entre as barracas. Serão ofertadas algumas premiações para as catadeiras mais antigas. Para o pescador de caranguejo com a melhor estória de pescador. O Festival atenderá a todas as idades de públicos e todos os nichos de mercados, com participação de todo o trade local, barracas de praias, baianas de acarajés e de abarás. Com decoração totalmente voltada para a proposta ambiental e os devidos respeito ao propósito de sustentabilidade e conservacionismo.

Canavieiras tem um dos maiores habitat do caranguejo-uçá (Ucides cordatus) que vivem exclusivamente áreas de manguezal, sendo esse um ecossistema costeiro, de transição entre os ambientes terrestre e marinho, provendo uma farta oferta de alimento e retém detritos, com sumária importância para a vida de várias espécies marinha e também para as que habitam a área de transição.

A cidade se destaca como uma das mais relevantes na culinária de peixes, mariscos e envolvidos dentre as cidades do litoral da Bahia. Uma variada oferta de produtos compõem os cardápios de bares e restaurantes do município. Com caranguejo são feitos catados, moquecas, mariscadas, Paella,  Caranguejo Cozido, Puãs Empanadas, saladas, tapiocas, pizzas, lasanhas e casquinhos, o famoso prato Cabeça de Robalo, de origem e exclusivo da culinária Canavieirense.

Fonte: Itacaré Urgente

Deixe uma resposta

Leia Também