Alguns sacrifícios são necessários para perder peso e favorecer a saúde – e o chocolate geralmente está presente na lista de alimentos proibidos.

Não deveria ser assim, já que o chocolate pode ser um aliado poderoso. Se você está acima do peso, deliciar-se com a iguaria pelo menos cinco vezes por semana pode reduzir o risco de doença arterial coronariana (quando o fluxo de sangue fica comprometido devido ao acúmulo de gordura nos vasos que irrigam o coração).

Porém, antes de passar no supermercado e encher o carrinho com caixas de bombons, saiba que segundo o estudo, apresentado pela Associação Americana do Coração, a melhor opção sempre é o chocolate amargo, rico em flavonoides que protegem o corpo contra os efeitos do colesterol ruim, reduz a pressão arterial e melhora a circulação do sangue.

Cientistas de Boston, Estados Unidos, acompanharam 148.465 militares veteranos com idade média de 64 anos por dois anos e meio. Cerca de 90% dos participantes eram homens.
No início do estudo, nenhum deles tinham doenças do coração. Para a pesquisa, bastava relatar com qual frequência era consumido chocolate ao leite e amargo.

Durante este período, 4.065 ou 2,7% dos veteranos tiveram um problema relacionado à doença arterial coronariana.
Curiosamente, quem estava acima do peso e consumia chocolate cinco vezes ou mais por semana tinha menos probabilidade de estar entre o percentual dos que tiveram alguma complicação cardíaca comparado aos que não comiam a mesma quantidade do doce.

Mais surpreendente ainda: os efeitos benéficos do chocolate não foram observados nos veteranos que estavam com índice de massa corporal considerado saudável ou abaixo do peso.

De acordo com os pesquisadores, isso acontece porque os impactos positivos da iguaria são muito pequenos e dessa forma só eram significativos em pessoas que ingerem quantidades maiores – ou seja, aquelas com excesso de peso.

Fonte: Vip Abril

Deixe uma resposta

Leia Também